domingo, 17 de agosto de 2008

Ensaio Sobre a Mina




Belos e distorcidos acordes, extraídos com esmero e paixão da negra Fender Stratocaster, rompem o silêncio daquela ensolarada manhã em Kandahar. A cozinha entra em cena. O baixista golpeia as cordas de seu instrumento, o som grave e sujo une-se ao da guitarra em peculiar e perfeita harmonia. Chega o "gran momento". O baterista ergue as baquetas, fita os amigos, sorri e desce os braços com toda a força.

Inferno. Ala da facção muçulmana. O barulhento death metal reverbera nas paredes da enorme gruta, abafando a cantilena, as lamentações e os gemidos.
- Não falei que a "Demônios de Allah" um dia ia estourar?
- Yeah! Inshallah!

Carlos Cruz - 17/08/2008

Um comentário:

Marcelo disse...

E estourou...
Muito maneiro, Carlos.

Vamos amadurecer aquele ideiá do blogue, hein...